LADRÃO QUE ROUBA A LADRÃO, TEM CEM ANOS DE PERDÃO?

Dois homens foram espancados por  passageiros de um ônibus, no final da manhã desta quinta-feira (7), enquanto tentavam assaltar o mesmo coletivo na rua Santo Antônio do Carmo, nas proximidades do largo, no Centro de Salvador. Se dizem que “ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão”, dessa vez o ditado popular não se cumpriu

Ladrão dá voz de assalto em ônibus que já estava sendo assaltado
Ladrão dá voz de assalto em ônibus que já estava sendo assaltado

Na última quinta-feira (07) uma situação pra lá de inusitada aconteceu na rua Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador. Um marginal tentava assaltar  um coletivo, quando outro assaltante entrou, e tentou assaltar o ônibus que já estava sendo assaltado.

De acordo com informações do Posto da Polícia Civil do Hospital Geral do Estado (HGE), Maurino dos Santos Mendes deu voz de assalto aos passageiros por volta das 11h.

Alguns pontos depois, um outro homem identificado como Vanderson Oliveira da Silva subiu no mesmo veículo para roubar.

Se dizem que ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão, nesse caso, no entanto, o ditado popular não se cumpriu, pois os passageiros “surpreenderam” os dois suspeitos.

Ao perceber a situação os dois tentaram fugir e os passageiros espancaram os dois. Vanderson  foi agredido com socos e pontapés e encaminhado logo em seguida para o HGE por viaturas da polícia. O marginal permanece internado no setor ortopédico.

O outro marginal (Maurino) teve lesões leves, e foi conduzido para Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (GEERC).

Até ontem (07/06/2018) a Polícia Civil não tinha se pronunciado sobre o fato.

Saiba mais aqui e aqui.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *