REVISTA ÉPOCA REVELA: NOME DO VICE-GOVERNADOR JOÃO LEÃO (PP) FIGURA EM LISTA DA JBS

A Revista Época teve acesso a uma suposta planilha da JBS apreendida na sede da empresa, dentro de uma pasta em poder de Wesley Batista, onde o nome do vice-governador da Bahia, João Leão (PP), aparece como beneficiário de R$ 100 mil em propina no período da campanha de 2014, mais precisamente no dia 22 de setembro de 2014 (ano em que Rui Costa (PT) foi eleito governador). Nesse período João Leão exercia o mandato de Deputado Federal.

 

Segundo a planilha publicada pela Época, existia uma conta-corrente, especialmente aberta, para pagar propina a políticos e partidos. Os agentes da Polícia Federal ficaram surpresos com o nível de detalhamento da planilha.

 

Na imagem divulgada pela revista, além do nome do vice-governador da Bahia, João Leão (PP), constam os nomes de mais 63 políticos e entre eles aparece o nome do Presidente Michel Temer (PMDB), que, no dia 02 de setembro de 104, supostamente teria recebido a quantia de R$ 1 milhão.

 

De acordo com a planilha a que a revista teve acesso, constam dados que mostram que os repasses aos políticos e partidos alcançaram valores maiores que R$ 56 milhões. Entretanto, delações de executivos da própria JBS já haviam revelado parte desses valores.

 

A apreensão do documento, que estava no escritório de Wesley Batista, aconteceu durante a Operação Maquinários, sob a coordenação da Superintendência Regional da Polícia Federal de Mato Grosso do Sul.
Mais informações clique aqui.
Foto: Bahia na Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *